Exposio Fbulas e Encontros Galeria Fauna
19:02, monday, 06 de de 2012

No dia 9 de fevereiro, na Fauna Galeria, abre a exposição “Fábulas e Encontros” com curadoria de Georgia Quintas.

É a primeira mostra coletiva da Fauna, galeria especializada em fotografia, em São Paulo. Com poucos anos de funcionamento, a Fauna já expôs artistas como Tuca Vieira, Eduardo Muylaert, Mariano Klautau, Jair Lanes, Felipe Russo e Carlos Dadoorian.

Sobre “Fábulas e Encontros”, Georgia apresentará sete artistas com trajetórias bem distintas: Ana Beatriz Elorza, Bruno Vilela, Claudia Jaguaribe, Flávia Sammarone, Ilana Lichtenstein, Luana Navarro e Sheila Oliveira.

“A partir de pesquisa sobre o imaginário na produção desses artistas, a exposição traz variações temáticas que incursionam pela encenação em autorretratos, pela projeção da memória, por narrativas sugestivas e pela fantasia de poéticas construídas. Sete olhares que encontram e percebem a potência que a imagem fotográfica possui de criar histórias e contextos que fabulam sobre a representação visual. O eixo central da proposta desta coletiva é vislumbrar nossa percepção diante do encanto e sentido que a fotografia e suas fantasias provocam em nós”, Georgia Quintas.

CLAUDIA JAGUARIBE

Em Fábulas e Encontros, apresentamos o trabalho da fotógrafa carioca Claudia Jaguaribe (1955) pelo espectro da cor vermelha. Vemos nessa edição algo que enfatiza o olhar múltiplo e inquieto da artista. O enigma ficcional dos personagens em Aeroporto (2001), o espaço onírico das belas imagens de Istambul (2009) e a ilusão em camadas de Sala vermelha (2008) colocam nosso olhar diante de uma espécie de perspectiva guardada de Claudia Jaguaribe.

Após pesquisar o acervo da artista, a curadoria alinhou obras de distintas épocas que dialogam não apenas pela questão cromática, mas sobretudo pela multiplicidade temática e desdobramentos poéticos. As obras aqui apresentadas mostram uma outra faceta do trabalho desenvolvido atualmente pela fotógrafa sobre paisagem, natureza e cidade.

Claudia Jaguaribe representa uma geração que, na década de 1990, se envolveu com as novas tecnologias e o experimentalismo na linguagem fotográfica com vigor artístico. A artista é uma das expoentes na pesquisa contemporânea da linguagem fotográfica, pelos formatos e construção imagética através da pós-produção.

Fonte: http://www.olhave.com.br/blog/




Comentários:
No comments yet.
Comment this post
Name:


Email:


Comment:



SEND